MPPE tenta evitar corte de árvore ameaçada de extinção em Caruaru

Para impedir o desaparecimento da espécie arbórea Schinopsis brasiliensis var. glabra Engl, vulgarmente conhecida como baraúna e ameaçada de extinção, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou aos proprietários de lotes do Loteamento Luiz Gonzaga em Caruaru que não permitam o o corte e a exploração da planta. Este loteamento abriga grande quantidade de árvores da espécie citada.

A baraúna está na lista oficial das espécies da flora ameaçadas de extinção e o seu corte é proibido sem a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Além disso, existe a necessidade de aprovação prévia de Plano de Manejo Floresta Sustentável (PMFS) para o corte e exploração da baraúna.

Por isso, para coibir o corte indevido, que se configura como um crime de acordo com a Lei de Crimes Ambientais, o MPPE espera que seja cumprida a solicitação de supressão da atividade mencionada.

De acordo com o artigo 50 da Lei de Crimes Ambientais, é crime “Destruir ou danificar florestas nativas ou plantadas ou vegetação fixadora de dunas, protetora de mangues, objeto de especial preservação: Pena – detenção, de 3 meses a 1 ano, e multa.”

Fonte: Folha de Pernambuco Digital

Anúncios

Publicado em 01/06/2010, em Sem categoria. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: